O governo de Brasília assinou acordo de cooperação internacional com a Agência Brasileira de Cooperação, do Ministério das Relações Exteriores, na manhã desta quarta-feira (22), no Palácio do Buriti.

É um documento com ênfase no cuidado patrimonial, para modernizar a gestão da Secretaria de Cultura. O acordo também tem participação da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

 

Os objetivos incluem a revitalização dos espaços culturais e a valorização do conjunto de bens culturais materiais do DF.

O acordo vai permitir estudos e diagnóstico para embasar e qualificar políticas públicas, como o programa de recuperação e fomento da rede de equipamentos culturais, o de educação patrimonial e a revitalização do Sistema de Museus e da Rede de Bibliotecas.

Trinta anos de Brasília como Patrimônio Cultural da Humanidade

A assinatura ocorre em um ano simbólico. Em 2017, Brasília completa 30 anos do recebimento do título de Patrimônio Cultural da Humanidade. Foi a primeira obra do século 20 a ser inserida na Lista do Patrimônio Mundial. Serão investidos R$ 7.197.750, recursos provenientes da Fonte 100, em um período de quatro anos.

Fonte: AGÊNCIA BRASÍLIA