Prazo para inscrições vai até 15/02/2018

Garantir vidas saudáveis e promover o bem-estar em todo o curso da vida é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Diplomacia em saúde, cooperação internacional, gestão de políticas públicas, migração, saúde nas fronteiras, acesso a medicamentos e doenças não transmissíveis são alguns dos temas que serão abordados.

Profissionais com experiência gerencial ou executiva em saúde pública, relações internacionais e áreas afins têm até 15 de fevereiro para se candidatar ao Programa de Líderes em Saúde Internacional Edmundo Granda Ugalde (PLSI) 2018. Idealizada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), iniciativa oferece treinamento sobre políticas públicas, gestão e cooperação global para a troca de conhecimentos. Em quase uma década, mais de 420 participantes concluíram a formação.

A sessão de 2018 começará no início de maio. Os candidatos selecionados participarão de atividades virtuais de aprendizagem com a coordenação do escritório da OPAS em seus países de origem. Durante esse período, permanecerão trabalhando em suas respectivas instituições.


Também será realizada uma reunião presencial com outros participantes e a equipe técnica do programa. Nesse encontro, todos trabalharão em seus projetos finais, que estarão relacionados às áreas prioritárias do trabalho em saúde de seus países, sub-região ou região. Esses programas poderão ser desenvolvidos em coordenação com a OPAS, autoridades nacionais e outros organismos.

O capacitação em liderança é gratuita e tem vagas limitadas.

Para participar, é preciso ter excelente conhecimento da língua inglesa ou espanhola. Mais informações sobre a candidatura e o programa estão disponíveis nos seguintes links:

Inglês – http://www.paho.org/hq/index.php?option=com_content&view=article&id=12754&Itemid=3499&lang=en
Espanhol – http://www.paho.org/hq/index.php?option=com_content&view=article&id=12754&Itemid=3499&lang=es

Para candidatos no Brasil, os documentos devidamente preenchidos deverão ser enviados para Mercedes Vaz, pelo e-mail: vaz@paho.org.


Liderança em um mundo globalizado

Segundo a OPAS, a globalização e a adoção de marcos internacionais — como a Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU e a estratégia de saúde universal da Organização Mundial da Saúde (OMS) — exigem mais conhecimento, da parte dos profissionais, sobre acordos bilaterais e multilaterais.

O programa de liderança busca formar profissionais de saúde que possuem conhecimentos sobre o impacto do desenvolvimento internacional no bem-estar da população. Com o treinamento, alunos se tornam aptos a identificar, analisar, defender e projetar os interesses em saúde de seus países dentro de um contexto global complexo.

Diplomacia em saúde, cooperação internacional, saúde internacional, desenvolvimento sustentável, migração, saúde nas fronteiras, tensões e conflitos, acesso a medicamentos e doenças não transmissíveis são alguns dos temas que serão abordados durante a iniciativa em 2018.

Após finalizar o curso, os participantes terão melhorado seus conhecimentos e habilidades em áreas como análise de situação, elaboração de políticas e tomadas de decisão, negociação, gerenciamento de projetos, produção e intercâmbio de conhecimento e comunicação.

Fonte: ONUBR

 

 

SIM, VOCÊ PODE COPIAR O NOSSO CONTEÚDO! BASTA NOS DAR O CRÉDITO!  USO NÃO COMERCIAL.